Num ping pong
pelo desce e vai
encima de mim
outro problema.

Como contorce
e pede e deixa
descer de novo
pela curva só.

Quão raro será
o fim do inédito
pelo mais do mesmo.

Enfim dormirá
na culpa esquisita
do esquecer sempre.

Anúncios