Com um carinho verbal
articula-se o desejo
com o olhar querido
e o favor postiço.

Definha longe em
descaso se escalado
a matéria morta.

Ou vibra gotejante
em cores diagonais
e celestiais prazeres
pelo parto do querer.

O mundo das letras
em vagões de palavras
em cidades metálicas.

Anúncios