Sem escárnios ou arrependimentos
confia em seu taco tranquilo segue
joga ao vento escancarando mesmo
e se dilue em beijos e afagos trocando.

Estanca sem dor e arremete a prosa
comanda e se esbalda afim de sabor
relaxa e usa seu dom de acontecer
e tendo a rédea paira sobre o ser.

Cafungando em vãos nobres
de orgulhos posteriores
pela febre da imantação.

Recôncavo em saliência
pedindo mais vontade
e deixando perecer.

Anúncios