Corre um carro velhode palavras soltasacessrios tremulandotintura flamejante.

Num bonde de desejopela tarde vermelhauma aventura picapor um dilogo sacro.

Retendo gases e lquidosqueimando a angstialavando o asfalto.

Marcas do rompimentoestufando o peitoaderindo curva.

Anúncios